h1

O Início de Evolution.

janeiro 30, 2009

O site DBTheMovie teve acesso ao pressbook de Dragonball: Evolution. A primeira parte nós postamos ontem (confira o UPDATE com novas informações, para não perder nada), e agora estaremos postando o resto (conforme o site DBTheMovie postar) por partes. Essa “segunda parte (que na verdade seria a primeira) contém uma sinopse detalhada do filme, e mostra como tudo começou. Confira nossa tradução:

A missão de Goku – com nada menos do que o destino do nosso mundo em jogo – começa inocente o suficiente no quintal da casa de seu avô, onde Gohan está ensinando ao jovem alguns movimentos exóticos de artes marciais. É o aniversário de 18 anos de Goku, Gohan dá de presente para o neto uma Dragonball, uma pequena e redonda bola cuja superfície é lisa e com a aparência de pérola, mas com uma translucidez leitosa que lhe confere profundidade. Quatro Estrelas flutuam dentro da bola. Existem apenas seis outras como ela no mundo, e reza a lenda que as sete Dragonballs juntas irão conceder ao titular um desejo perfeito.

Conectado a lenda das Dragonballs está o misterioso passado de Goku – ele nunca conheceu seus pais -, bem como o próximo eclipse solar, cujo superstições marcam como um sinal de um futuro apocalipse. Gohan promete revelar tudo para Goku, no jantar especial de aniversário que o mesmo prepara para o seu neto.

Mas Goku escapa da festa de Gohan, para ir a uma outra festa, dada por Chi Chi, uma colega por quem Goku se sente atraído. Enquanto os adolescentes passam a se conhecer mais um ao outro, uma tragédia em casa é desencadeada pela chegada de uma força malígna – colocando Goku, Roshi (Kame), Bulma, Yamcha e Chi Chi em uma corrida para recolher todas as sete Dragonballs. A aposta não podia ser maior. Goku terá de enfrentar o inimigo mais mortal que há na Terra, dominar uma poderosa força chamada Ki, que engloba a energia do universo – e descobrir a verdade sobre seu incrível passado … e sobre um futuro potencialmente impensável.

Transformar uma série tão amada pelo mundo em filme não é tarefa fácil, e levou anos desde que a Twentieth Century Fox adquiriu os direitos da série Dragonball para que isso acontecesse. A adaptação para as telonas finalmente começou a se tornar real quando o cineasta James Wong, que trabalhou extensivamente no gênero ficção científica / fantasia, mostrou interesse pela série. Wong lembra: “Eu li os mangas, o que realmente provocou o meu interesse na série. As graphic novels nos levam para um mundo fantástico com grandes personagens – e elas são muito divertidas. ”

Inspirados no mangá, Wong e o roteirista Ben Ramsey trabalharam para conseguir uma mistura de ação, humor e relacionamento entre personagens para o novo filme. “Nos esforçamos para acertar a combinação correta entre o fantástico e o relacionavel”, diz Wong. Enormes sets de ação, efeitos visuais, e sequencias elaboradas de artes marciais seriam os elementos-chave de “Dragonball: Evolution”, mas também havia muito para explorar com os personagens, a sua rica história, e a evolução de seus relacionamentos.

“Creio que o apelo de Dragonball, além de sua ação super-cool, é a riqueza desse criativo mundo que Akira Toriyama inventou”, diz Ramsey. “Existe uma complexidade e humanidade nos personagens superhumanos que habitam esse mundo, bem como um imenso senso de otimismo que o seu personagem principal (Goku) demonstra”.

Os desafios em adaptar Dragonball para as telonas foram formidáveis, começando com criar uma história que iria satisfazer os fãs hardcore e introduzir o mundo para não-fãs. “Portanto, o conceito era de começar em um mundo que parecesse familiar, então, gradualmente introduzir os elementos fantásticos de Dragonball, assim, até a metade do filme estamos totalmente imersos no mundo de Dragonball”, observa Ramsey.

“O maior desafio de adaptar um mangá ou um anime em um filme live-action é o ónus da realidade”, ele continua. “Uma vez que personagens são trazidos à vida através da carne e sangue humano, as regras mudam. Personagens animados podem seguir com muito mais do que personagens live-action. Ao escrever para personagens live-action temos que permitir nuance em diálogo, dinâmica e ação.”

Ramsey e Wong tomaram nota do fato de que os personagens e os ambientes do mangá são fundamentais para o seu apelo universal . “Dragonball: Evolution”, como o mangá, é fixado em um futuro próximo, em um ambiente multicultural. É um mundo onde “o futuro e o passado se tornam um só”, diz Wong, e em que “raça não desempenha um papel significativo.” Para ter esse efeito, o processo de seleção do elenco para o filme foi, como coloca Wong, “daltônico”. A produção criou escritórios para selecionar o elenco em Los Angeles, Nova York, Vancouver, Londres, Hong Kong e Japão – “a mais ampla rede que já usamos ao longo de um processo de seleção de elenco”, observa o diretor.

Justin Chatwin ganhou o papel de Goku, após uma exaustiva pesquisa mundial. goku-live1Goku é um estudante colegial e cuja inocência e ingenuidade são deixadas para trás quando ele começa sua jornada de herói. “O personagem tem um grande arco – de nerd do colégio para o salvador do planeta”, diz Wong. “Em um minuto, Goku é um estudante colegial que não se encaixa junto de seus colegas; no outro, ele está em uma incrível missão.” Chatwin provocou a ideia da jornada do herói, tendo sido um admirador de longa data do trabalho de mitólogos como Joseph Campbell, cujos escritos frequentemente tratavam o papel da figura de herói. “Goku começa sua jornada diária como um adolescente que descobre estar destinado a algo mais”, diz Chatwin. “Ele torna-se um símbolo de boa moral.”

A transformadora viagem de Goku é muito boa, assim como seu talento para as artes marciais, mas uma questão igualmente importante foi a do…. Cabelo. As legiões de fãs de Dragonball identificam Goku pelo seu cabelo espetado e de estilo unico. “Essa foi minha primeira pergunta ao Jimmy Wong,” diz Chatwin, rindo. “‘O que você fará com o cabelo?’ É tão importante que até mesmo o cabelo tem seu arco”(O cabelo de Goku evolui durante o filme até o seu penteado característico, espetado).

Um dos primeiros passos da jornada de Goku é procurar Roshi (Kame), um idoso mestre que completa o treino de Goku, ele o ajuda a desvendar o segredo de seu passado – e junta-se a ele em uma missão para salvar o mundo. Roshi é diferente de qualquer Mestre Oriental quekame-live você tenha visto antes, ele tem um olho para as garotas e camisas havaianas como suas favoritas. De acordo com Wong, o papel necessitava nada mais nada menos que um ator icônico que pudesse transmitir as muitas dimensões e incríveis habilidades do personagem. “Tivemos que realmente ir longe para encontrar o nosso Roshi”, diz Wong, “e nós decidimos apenas ir em frente abordar Chow Yun-Fat,” o lendário superstar internacional que estrelou alguns dos mais aclamados filmes de ação do cinema , incluindo o Ganhador do Oscar® “O Tigre e o Dragão”.

Chow não era uma combinação física óbvia para o Roshi que os fãs conhecem do mangá e anime. Wong explica: “No mangá, Roshi é uma figura idosa, excêntrica e imprevisível. Ele definitivamente não é o seu tradicional Mestre que dispensa conselhos sábios.” Enquanto nenhuma quantidade de maquiagem e próteses poderiam transformar o robusto Chow – a quem a revista People citou como uma das 50 pessoas mais bonitas do mundo, e o Los Angeles Times denominou como “o ator mais legal do mundo “- na figura idosa e diminutiva do mangá, Chow trabalhou duro para capturar o espírito do personagem. “Nunca tive o tipo de desafio que eu tive com o papel de Roshi”, diz o ator. “Há muito para ele – humor, ação, romance, emoção. Ele tem poderes extraordinários, mas ele ainda é engraçado, reconhecível e humano. ”

Uma das muitas idéias propostas para o ator foi o uso de lentes de contato cor de cinza, como início de catarata. “Eu pensei que as lentes acrescentariam ao realismo de Roshi”, disse Chow, que também pratica regularmente Tai Chi e meditação antes e durante a filmagem.

Emocionados por estarem trabalhando com um ícone do cinema, o elenco e a produção ficaram igualmente impressionados  com a ética no trabalho de Chow por trás das câmeras. Ele nunca se recolheu ao seu trailer para descansar entre as cenas, e por muitas vezes ajudou os câmeras – até movendo equipamentos pesados. “Chow nunca deixou o set,” maravilha-se o diretor de fotografia Robert McLachlan, ASC / CSC. “Ele era como parte da produção.” Mas para Chow, o seu  trabalho por-trás-das-cenas não foi nada de mais. “É assim que temos feito em Hong Kong desde o início de minha carreira na televisão”, ressalta. “Eram todos pequenos, e sempre nos ajudávamos uns aos outros.”

Chow foi uma inspiração para todos, especialmente para os mais jovens atores como Justin Chatwin e Jamie Chung.chichi-live Chung tem o papel principal na popular série da ABC Family “Samurai Girl”, cuja personagem possui habilidades de combate que vieram a calhar para “Dragonball: Evolution”. Uma das mais brilhantes e atraentes jovens estrelas de hoje, Chung trouxe muito mais a Chi Chi do que habilidades marciais. Ela tem a energia necessária para captar plenamente os dois lados da personagem. “Chi Chi é a garota mais popular da escola “, diz Chung. “Ela vem de uma família abastada, e todos esperam certas coisas dela. Mas ela tem uma segunda vida – uma vida secreta – marcada por sua paixão pelas lutas. Ela aparece como a vizinha ao lado, mas quando ela encarna, ela chuta traseiros!”

A crescente relação entre Chi Chi e Goku provém, em parte, por seus espíritos serem parecidos. “Chi Chi é atraída pela habilidade secreta de Goku para a luta”, diz Chung. “Ela sente que há algo realmente especial sobre Goku, e que ela é capaz de aflorar isso nele.”

Outra bela moça a se juntar a Goku, em sua busca é Bulma, uma cientista descrita no mangá como a “garota mais inteligente do mundo.” bulma-liveO filme mantém a confiança, a intensidade e a inteligência da personagem do mangá – e o fato de que ela sabe exatamente o que ela quer. E o que Bulma quer é a Dragonball roubada da empresa de seu pai. Empunhada de uma pistola magnum de alta tecnologia e mira-laser, e um rastreador de Dragonballs, Bulma vai fazer qualquer coisa para recuperar a Dragonball de cinco estrelas, que ela acha que irá fornecer uma fonte ilimitada de energia – e imensas recompensas financeiras.

Emmy Rossum apreciou os desafios de interpretar uma personagem tão multifacetada, cuja ignorante, atitude de não-fazer-prisioneiros começa a mudar depois que ela se une a Goku e Roshi em sua busca pelas Dragonballs. “Bulma chega a perceber que a vida é muito mais do que a sua busca pessoal”, diz Rossum. “A personagem do mangá e agora do filme é tão viva, engraçada e corajosa. Ela é tudo menos normal.” Um bónus para a atriz foi aprender a andar na Speedster de Bulma, que a produção criou a partir de uma moto Harley.

Na manga, Bulma tem um cabelo azul, que se tornou sua característica. Rossum recorda que os cineastas tentaram diversas formas de captar aquela cor e estilo, incluindo tinturas, extensões capilares e perucas, mas no final tomou um rumo mais realista. No entanto, existem traços de azul e roxo em todo seu guarda roupas.

Na sua busca pelas Dragonballs, Goku, Roshi e Bulma enfrentam seu piccolo-liveadversário, Lord Piccolo. Tal como é descrito na mangá, Piccolo é uma figura complexa e intrigante que podemos ver incorporando tanto o bem quanto o mal. Na mitologia Dragonball, qualquer personagem pode ir do bem para o mal, e vice-versa. James Marsters, amado por milhões de fãs ao redor do mundo para a sua longa e imensurável participação como o vampiro Spike na série televisiva “Buffy a Caça Vampiros” e “Angel”, retrata Piccolo no filme. Piccolo é o antagonista da história – “No filme, Piccolo é uma figura decrépita, e os seus objectivos são centrados em vingança”, disse Marsters – mas há indícios de que a sua jornada é muito mais um processo evolutivo.

mai-liveTrabalhando com Piccolo temos Mai, uma beleza exótica manchada por malevolência. Suas armas escolhidas são as shirukens. A atriz japonesa Eriko , que chegou a “Dragonball: Evolution”, após seu papel em “Heroes”, diz que curtiu interpretar uma “mulher forte, durona em uma missão.” James Wong acrescenta que Eriko confere ao papel uma “qualidade e resistência especiais.”

Fora do elenco de estrelas está Joon Park como Yamcha. Tentando ficar rico, rapidamente, yamcha-live1Yamcha aprisiona Goku, Roshi e Bulma em uma armadilha no deserto. Mas eventualmente, ele junta-se a eles em sua jornada. Park, um rock star em sua terra natal Coréia, já se apresentou na frente de 100.000 fãs gritando – uma experiência que o ajudou a captar a essência do personagem. “Joon tem todas as qualidades necessárias para Yamcha, incluindo carisma e um senso de corrupção”, diz Wong. “Yamcha é duro por fora, mas por dentro há um coração mole”, acrescenta o Park. “Alguma coisa no seu passado amargura ele, e ele gosta de tocar de levetodos os detalhes da vida, procurando por dinheiro.”

Confira Também:
Parte 1:
O que esperar das cenas de ação em Dragonball: Evolution?
Parte 3: O Design de Evolution

Anúncios

4 comentários

  1. […] UPDATE com novas informações, para não perder nada), e agora […]      por O Início de Evolution. « Dragonball Evolution – 9 de Abril nos Cinemas Janeiro 30, 2009 at 7:30 […]


  2. Cada vez mais a espera desse filme 🙂
    como diria o Mauricio na comunidade
    “This is Dragon Ball!!!!” 😀


  3. Isso ae Marcos:

    This is Dragonball!!!


  4. Só não engulo o Yamcha…



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: